PASSEIO E ALMOÇO DE VERÃO
01 SETEMBRO

Resumindo, podemos dizer que este passeio de verão nos colocou entre uma novidade e uma confirmação.

A novidade foi o passeio fluvial a bordo do chamado Rei dos Nordestes, o Bote Leão. Este tipo de embarcação tradicional do Tejo, granjeou esta designação pela forma graciosa e veloz como corta as águas do rio, ao sabor do vento que sopra de norte. 

Com a construção feita de raiz e de acordo com as técnicas utilizadas nas antigas embarcações, a Câmara Municipal de Alcochete quis que regressasse ao rio uma das mais emblemáticas e recordadas embarcações locais com o objetivo de realizar passeios turísticos entre a Ponte Vasco da Gama e a Reserva Natural do Estuário do Tejo.

O Bote Leão, que fez a sua viagem inaugural a 19 de junho de 2016, relembra a inegável importância que teve para a Vila este tipo de transporte de bens para a capital, entre o final do século XIX e a década de 60 do século XX.

A confirmação aconteceu na Casa Ermelinda Freitas que é uma invulgar história de sucesso protagonizada pelas mulheres da família que, por infortúnio de viuvez precoce, tiveram de assumir o negócio. 

A empresa, iniciada em 1920 por Deonilde Freitas, continuada por Germana Freitas e mais tarde por Ermelinda Freitas sofreu, em 1997, uma grande mudança na sua gestão ao criar marcas próprias sob a liderança da sua filha única, Leonor. O “Terras do Pó” tinto, foi o primeiro vinho a ser produzido e engarrafado na Casa Ermelinda Freitas. 

Hoje, não são só os 12 milhões de litros de vinho produzidos em 440 hectares de terra que ganham prémios. Também há espumante, moscatel e aguardente a irem para mercados alvo como Angola, Moçambique, Brasil, Escandinávia, Luxemburgo, Inglaterra, França, Japão e China. 

Para o futuro, tudo indica que Joana, filha da atual proprietária, venha a ser a quinta geração destas mulheres do vinho. 


Ver Galeria